Impotência sexual e depressão

A impotência sexual, também denominada disfunção erétil, é um problema sério e que merece a devida atenção. Ele é caracterizado pela incapacidade de obter ou manter uma ereção satisfatória para que haja penetração durante a relação sexual.

O fato é que a impotência não é um problema que traga qualquer tipo de risco para a saúde. No entanto, ela pode ocasionar consequências sérias para um indivíduo que sofre com o problema.

Isso porque a impotência sexual pode causar problemas sérios de autoestima, influenciando relacionamentos e podendo até mesmo levar a um quadro de depressão.

Então, se você quer saber um pouco mais sobre esse assunto, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre a relação entre impotência sexual e depressão.

O que é a impotência sexual

Para quem ainda não sabe, a impotência sexual é caracterizada pela incapacidade de um homem conseguir ou manter uma ereção em pelo menos 60% das tentativas de contato íntimo.

Sem dúvidas, não conseguir ter uma ereção às vezes é algo normal e pelo qual todo homem já passou alguma vez na vida. No entanto, quando esse fato se torna recorrente, é preciso atenção. Se caso você tenha impotência sexual, não precisa se preocupar que hoje tem estimulantes naturais como o tittanus que ajuda você conseguir uma boa ereção novamente.

Os efeitos da impotência sexual no homem: depressão e ansiedade

Quando há um quadro de impotência sexual, é normal que o homem sinta vergonha e até mesmo culpa pela insatisfação da sua parceira. Sem dúvidas, isso pode ter um grande impacto na sua vida e também no seu relacionamento.

O problema é tão importante que os especialistas colocam a impotência sexual como o motivo do fracasso de 1 em cada 5 casamentos.

No casamento, a impotência sexual pode causar problemas especialmente quando o homem apresenta dificuldades de lidar com isso, o que realmente não é fácil.

Isso porque o problema afeta tanto o seu físico quanto o seu psicológico e emocional, especialmente pelo medo de que a falha se repita.

Nos relacionamentos sociais o problema pode afetar a forma como esse homem interage em seu meio de amigos e colegas. Isso porque ele se sentirá na obrigação de manter a projeção de sua figura de “macho” mesmo que não sinta isso.

Sinais da depressão

Os principais sinais da depressão podem ser cansaço, falta de cuidado pessoa, isolamento, agitação e até mesmo ideias suicidas. O fato é que muitos estudos mostram que há uma forte ligação entre a disfunção erétil e a depressão, independentemente da condição social, ou da presença de outras doenças.

Justamente por isso é que o problema merece atenção e deve ser tratado de forma adequada para que seja possível recuperar uma vida sexual ativa e prazerosa novamente.

Para saber mais, veja o vídeo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *